Friday, 3 October 2008

As propriedades mágicas da galinha

Decidi fazer este post urgente sobre as propriedades mágicas da galinha, porque me parece extremamente apropriado uma vez que estamos a entrar na "season da canjinha de galinha".

A Canjinha de Galinha é utilizada para os mais variados tratamentos. Temos gripe - toma lá com uma canjinha; temos pneumonia - pimba come lá uma canja que já passa; temos uma intoxicação alimentar - zás canjinha; não nos apetece cozinhar - voilá canjinha; doi-nos o estomago - canja de galinha; e na nossa familia é natal - Canja mais uma vez.


(Não que me esteja a queixar porque eu gosto muito de canja de galinha, com umas pingas de limão ou umas folhinhas de hortelã, fica mesmo uma delicia.)


O que me levou a pensar que a galinha deve ter propriedades magicas, que não se encontram noutros animais, nunca se ouviu falar de canja de peru ou de vaca, porco, etc e do bem que fazem a tudo. Cheguei a conclusão que o dito animal pode não ser inteligente, mas merece algum respeito uma vez que tem o seu quê de mágico.
Com este pensamento vos deixo por agora, meus queridos, e também com este momento gastronómico que se segue:
Ingredientes:

1/2 frango (ou 1/2 galinha)
2,5 l de água
1 cebola (podem dispensar)
3 cravinhos (podem dispensar)
1 ramo de salsa (podem dispensar)
1 cubo de caldo de galinha (fac.)
1 ramo de hortelã (podem dispensar)
80 g de arroz carolino
raminhos de hortelã (ou pinguinhas de sumo de limão)

Confecção:
Introduza o frango (ou galinha) numa panela com a água, a cebola cravejada com os cravinhos, a salsa e um pouco de sal.Leve a cozer durante 1 hora.Retire o frango, a salsa, a cebola e a espuma escura e leve o caldo ao lume.Junte o cubo de caldo de galinha (se o utilizar), o ramo de hortelã e assim que levantar fervura, o arroz lavado.Deixe cozer.Entretanto desfie a carne do frango e introduza-o na canja.Retire o ramo de hortelã e sirva a canja com raminhos de hortelã fresca.
*Pode juntar um pouco de chouriço de carne (100 g) na altura em que junta o frango.

No comments: