Monday, 3 November 2008

Os gregos é que me lixam...

Os gregos é que me lixam e hoje por engano ia matando um...

Então eu explico, hoje o raio do grego (sim a reunião era com um grego) que era suposto ir ter ao escritório como ele disse, acabou por telefonar a pedir socorro, tinha ido parar a uma estação no meio do nada, que de tão pequena nem taxis tinha...

O resultado foi aqui a Maria sair desembestada para a estação no meio do nada para apanhar o dito cujo...

Cheguei à estação e o caramelo entra no carro e não põe o cinto de segurança, ao que aqui a vossa querida, sorri e lhe pede que ponha o cinto de segurança, e o grego, agradando aqui à Maria, vai e põe o cinto.

A meio do percurso, o caramelo vai de tirar o cinto (onde estava o homem com a cabeça!?!?!?!?) nessa altura o carro da frente não vai de modas e trava a fundo, claro que eu também, que não me apetecia partir o carro, e vejo (com a visão periférica, claro) o raio do grego a seguir em direcção ao vidro...

Foi um bonito momento... ai foi, foi...

Por sorte não aconteceu nada, o carro da frente deslizou, eu acabei por deixar o carro deslizar também e o caramelo não partiu nem o vidro, nem o nariz e nem a testa (para não dizer outra coisa). Tive de parar o carro e de lhe pedir que fizesse o favor de pôr o cinto de segurança, desta vez já não estava muito sorridente, mas a bem da relação de parceiros de negócios, fui explicando que não era muito seguro e que lamentava a travagem brusca, mas que são coisas que acontecem no trânsito. Ao que podia ter acrescentado, que a situação até era normal, visto ser um grego e uma portuguesa dentro de um carro em Inglaterra (isto mais parece o inicio de uma anedota)

Tenho o prazer de informar que o resto do percurso foi sem precalços :)

A ver se amanhã não mato nenhum irlandês...

2 comments:

Zé said...

Os Gregos não aprendem mesmo !!!

Rosa said...

Tu tem calma! Não mates ninguém! :)