Tuesday, 17 February 2009

...

Conduzir 2 horas e 1/2 todos os dias, passar por 3 auto estradas para chegar ao trabalho está a dar conta de mim... agora consigo contar a minha pulsação cardiaca nos olhos - coisa mais estranha... Deve ser do stress...

O que me safa é que como de manhã para chegar ao emprego "só" demoro 1 hora no percurso só preciso de sair de casa às 8 da manhã para às 9 da matina estar a chegar ao emprego, o regresso é que me trama... 1 hora e 1/2 para chegar a casa... Chego a casa todos os dias perto das 6 e 30 da tarde (já se sabe que 8 horas de trabalho são contadas das 9 em diante)

Aqui a parte boa é que o suspeito do costume dá-me imenso apoio e acaba por ir avançando com o jantar enquanto eu não chego, por isso quando chego não é de estranhar ou ter a casa arrumada por ele ou ter o jantar no forno, deixando outras coisas para eu resolver, hoje por exemplo ele fez o jantar para que eu pudesse chegar a casa e me pudesse dedicar a tratar da roupa, mas como cheguei muito cansada ele sugeriu logo que a roupa podia ficar para amanhã, ele volta a tratar do jantar tomorrow e amanhã eu resolvo a roupa de uma vez por todas (por esta semana, entenda-se) :)

O bom de ter um parceiro na nossa vida é que tudo fica mais simples (pelo menos é essa a minha experiência).

Quando ainda vivia em terras lusitanas e estava a viver na minha casa sozinha, mesmo com menos trabalho em casa do que tenho agora, não era tão bom regressar a casa como agora.

Agora apesar de ter mais coisas para fazer, porque apesar de sermos todos muito modernos, o jantar tem de ser cozinhado (por um de nós), a loiça tem de ser lavada (pela máquina, mas alguém de a carregar), a cama tem de ser feita - por ele, que salta da cama depois de mim ;) - e o mesmo se passa com mais coisas dentro de uma casa, e tudo acaba por ser um percurso que se vai levando com calma e boa disposição e por mais estranho que pareça parece que o tempo estica e acaba por haver tempo para tudo.

Não nos podemos esquecer é das nossas prioridades, a nossa prioridade não é o que os outros pensam ou querem que nós façamos, a nossa prioridade é o que nós definimos como importante para nós (eu sei, mas que grande verdade de Monsenhor La Palisse, no entanto, de vez enquando é preciso dizer as coisas só para relembrar e garantir que estamos todos na mesma página), e apesar das responsabilidades do trabalho, estas ficam lá no escritório no meu gabinete à espera que eu chegue no dia seguinte e me dedique a resolvê-las, a minha prioridade é o que acontece todos os dias entre as 5 da tarde e as 9 da manhã durante a semana e das 5 da tarde de sexta feira às 9 da manhã de segunda feira.

Chega de trabalhar "mad hours" e andar sempre preocupada com o que se passa no trabalho, agora é a minha vez :)

A vida está melhor agora, apesar de tudo :)

No comments: