Sunday, 6 March 2011

Até o silêncio tem um fim

Depois de tantos dias de silêncio venho quebrá-lo.

Amanhã começo no meu novo trabalho, já cá vieram pôr o carro da empresa à porta e já tenho a sacola pequenina para pôr o almoço pronta, ainda não encontrei a que tinha que era térmica, mas para agora está muito bem.

O marido hoje fez pão (recuso-me a comer pão de compra - a menos que seja da padaria da esquina) e já tenho pão para a minha sandocha do almoço.

Hoje fiz pasta em casa para o jantar, estava uma delicia e consegui deixar a cozinha virada do avesso (!!!!!), mas o marido ajudou a limpar, por qualquer motivo que me ultrapassa, desta vez tinha tacho e panelas pela cozinha fora, farinha por todo o lado (tipo bomba de farinha que rebentou e deixou farinha por todo lado), enfim, mistérios da natureza...

A última vez que fiz pasta, no fim de tudo, a cozinha estava limpinha...

1 comment:

Anonymous said...

Boa sorte nesta nova etapa da tua vida...Saboreia o teu pão. Não há melhor que um pão fresquinho. E, então, feito pela nossa cara metade!...

Um beijo grande,

Malay