Tuesday, 8 March 2011

A vida não pode esperar...

Hoje cheguei à conclusão (pela enésima vez) que a vida não pode esperar...

Explicando-me melhor, não posso esperar que determinadas coisas aconteçam para que possa fazer outras, por exemplo, não posso esperar que o quarto do sotão esteja pronto para voltar a pintar.

Vinha na estrada que vai pelo mesmo pelo meio das Penine Mountains, não é uma auto-estrada, é apenas uma estrada muito velha cheia de curvas e contracurvas e apercebi-me que apesar das boas intenções ainda estou à espera...

Logo por coincidência hoje venho online e tenho um comentário da Malay no meu blog, parecia que me tinha ouvido a pensar na vida a caminho de casa.

E quem é a Malay, perguntam vocês, e eu respondo: é uma amiga minha, é uma pessoa que conheci no meu grupo de pintura e que passou para o meu grupo de amigas, é uma pessoa com quem tive (e vou tendo) o prazer de percorrer os caminhos por onde a vida nos levou (e vai levando) e que me ensinou quão fortes conseguimos ser apesar da nossa fragilidade enquanto seres humanos.

Voltando ao que aqui me trouxe hoje, aqui a "piquena" avisa que vai voltar a pintar, vai ser como foi da primeira vez, flores, só não vai ser um girassol, porque não me parece uma boa ideia repetir um tema à letra.

Aqui fica um lembrete do primeiro quadro que alguma vez pintei em toda a minha vida.

6 comments:

Anonymous said...

Sim. A vida não pode esperar. Pinta a manta se quiseres... mas não deixes de pintar.

Obrigada, amiga e companheira de outras lides... Obrigada, pelas tuas palavras.

E segue em frente mesmo que não seja por meio de auto-estradas.

Um beijo,

Malay

Sónia said...

acho que fazes muito bem em regressar à pintura. Faz-nos muito bem ter um hobby, pois conseguimos ver a vida de outra forma e ficarmos em paz com nós próprios. Pelo menos comigo acontece-me isso.
bjs grandes

PS: os teus quadros estão muito bonitos! :)

Anonymous said...

Ai pois não pode, não!
Força!
Bjs Caçula

Me,myself & I! said...

O quadro está lindo!
Tens jeitinho para a coisa!!
:)

Quanto ao Gui...estou mais que tramada,estou tramadíssima!

Margarida e Girassol said...

Oh!
As coisas na vida acontecem muitas vezes movidas por no's, nao se espera para nada, luta pelas coisas que gostas e NUNCA adies ser feliz!
Nao ha' momentos perfeitos.
Eu ca' sou especialista em sobrepor projectos e dou muita cabecada, mas nao me arrependo de nada.
Tenho uma rica vida com mais areia que muitas pessoas, mas sem duvida um trajecto em que olho para a minha vida e vejo uma vida feliz.
Com as minhas filhas, a cachorra, o cara metade e o meu trabalho.
Para a frente e' que e' Lisboa e nao se espera por nada. Faz tudo paralelamente.
Pinta nem que seja na casa de banho (tem uma luz fantastica!)
No's mulheres somos fantasticas a trabalhar em varios projectos ao mesmo tempo!!
Boa sorte!
Beijinhos,
Teresa

Buli said...

Força aí!! Vivamos a vida!

Não pares de lutar! Agarra o dia a nascer! Há uma batalha a travar! Só tu podes vencer!!!!. :)